terça-feira, 21 de agosto de 2012

Capitulo 73 - '' Stuck in her daydream''

- Estou? - Respondi ao atender o telemóvel, que nos havia acordado há 10 minutos.
- Então Maria? - Perguntou o Ruben.
- Bom dia...
- Boa tarde, que já são quase horas de almoço! Venham lá, já estou cheia de fome.
-Para variar... Vá até já. - Desliguei - Vamos lá, dorminhoco. - Levantámo-nos, tomámos banho e lá fomos nós.

Quando lá chegámos, sentámo-nos todos à mesa, a ouvir o Ruben a resmungar pela demora, como de costume, e por fim, almoçámos. Depois do almoço fomos brincar com as crianças para o jardim, enquanto uns ouviam música, conviviam e se divertiam.
O David estava sentado na mesa a falar com um novo amigo do Ruben que ainda não conheciamos bem.

- Como é que aquela rapariga ali se chama? - Perguntou o Pedro, o novo amigo.
- Aquela ali com o neném? - Perguntou o David.
- Sim.
- Rita. - Ele levantou-se e veio agarrar-se a mim para dançar, dando-me beijinhos no pescoço.
- Sim, David?
-Sim, o quê?
- Tantos mimos? Deves estar a tramar alguma coisa!
- Aquele cara tava olhando de mais pra você.
- E... ?
- E você é minha, ué! - Beijou-me e começámos a dançar agarradinhos.
- Tenho uma coisa para te dizer.
- Fala... - Disse-me ao ouvido.
- Estou grávida. - Mas ele riu-se... WTF?
- Vá, fala a sério.
- É verdade, amor! - fiz-lhe uma festinha na bochecha.
- Nããã... Sempre de sacanagem né. - Olhei-o nos olhos - Nããã... - Ficou espantadissimo, e com razão.
- Porque é que não estás a acreditar em mim?
- É verdade?
- Não.. ahahahah. - Voltou a agarrar-me a dançar
- Oh Já sabia.
- Eu estou a gozar. É verdade sim.
- ''Porque é que não estás a acreditar em mim''? - imitou-me - ? Porque é que cê acha? - Parou outra vez de dançar.
- Vá, agora a falar a sério: É mesmo verdade. Estou grávida, outra vez.
- Cê quer que eu morra de ataque cardíaco?  Essa brincadeira não tá tendo piada não. - Ele dizia que não tinha piada, mas ria-se na mesma... Parvo.
- Porra ahahah já me estás a irritar!! Queres que eu vá a casa buscar o teste?
- Ah, é mesmo verdade! - Tapou a boca com a mão.
- é o que te estou a tentar dizer há 847196967406 anos!
- WOOOOOOOOOOOOW!!!! - Abraçou-me de uma maneira, que me deixou sem ar.
- David, eu preciso de respirar... Quer dizer, convinha!
- Agente vai ter um neném, de novo? - Agarrou-me na cara, super sorridente!
- Siiim! Ahahahah - Beijou-me carinhosamente.
- Te amo!
- Eu sei.
-WOOOO-HOOOOOOOOOO!! - Foi a correr pelo jardim.
- DAVID? - Atirou-se para a piscina, todo feliz.
- Qué que ele tá a fazer? - perguntou o Ruben com cara de parvo a olhar para o melhor amigo.
- Depois conto-te. ahahah  - O David saiu da piscina e veio na minha direcção para me abraçar, mas como ele tava todo molhado, eu comecei a correr. O que não valeu de muito, porque ele conseguiu com que caíssemos os dois. - Olha para estas figuras, menino David.
- Eu te amo... - Beijou-me
- Eu também te amo, mas nós não estamos em casa... e as pessoas estão todas a olhar. Levanta-te. - Ele saiu de cima de mim e levantou-se. Estendeu a mão, para que eu me conseguisse levantar também.
- Oh meu estupido, Temos que ir para o treino e tu vais-te enfiar dentro da piscina? - diz o Ruben ao chegar ao pé de nós.
- Eu vou ser pai!
- Mas tu já és pai. Ele já está bêbado? - Perguntou-me.
- Nope.
- Vou vou!!! - Abraçou o amigo
- Eish, parabéns, puto!! Wow.. agora vou ter que mudar de camisola também! Despacha-te lá masé.
- Venho já. - Deu-me um beijo rapido, e foi a casa mudar de roupa, mas não sem antes abraçar o filho e dar-lhe um beijinho.
- Mamããã! - veio o menino ter comigo depois do david sair - Mamã! o papá molhou a minha camisola.
- Oh Não ligues que ele tá maluco. Não é muito, por isso já seca. Vai lá brincar outra vez com a Vi.
- Oh Rita, o David estava a falar a sério?
- Estava Ruben, vais ser tio outra vez.
- Isso é brutal!! - Deu-me um abraço
- Eu sei. ahah
- Parabéns!! - já estava outra vez com um sorriso parvo
- Ruben, não tens que te despachar para ir para o treino?
- Ah pois é. Até logo.
- Ahaha até logo.

Entretanto os convidados acabaram por se ir embora também e eu fiquei com a Ana e os meninos a ajudar a limpar aquilo tudo.

- Então, mas conta-me lá, o que é que foi aquela palhaçada toda á bocadinho? - Perguntou a Ana, enquanto punha a loiça na máquina.
- Vou ter um bebé.
- Sim e eu sou o Jorge Jesus. Diz lá...
- Porra, mas porque é que ninguém acredita?
- É MESMO?
- Porque raio é que eu haveria de estar a mentir?
- WOOOOOOOW AMIGA, isso é brutalmente brutalissimo brutal! - Abraçou-me e eu disse entre dentes ''What the...?'' - MAS PORQUE É QUE NÃO ME DISSESTE ANTES? EU DEVIA DE SER A PRIMEIRA A SABER.
- O primeiro a saber devia de ser o David né...
- Não, a primeira era eu, depois o David. - disse, no gozo.
- és tão parva.
- Posso escolher o nome?
-Não. - rimo-nos.
-Estupida.

-------------

-Bem, ainda agora chegaram e já querem ir embora? - resmunguem.
-Vamo!!
- Mas vamos onde?
- Vamos celebrar! - ajudou o Ruben - Anda amor. - disse á filha, que se pôs logo no colo do pai, para sair.
- Oh não vamos nada. Vamos é para casa.

-----

- Aii, ainda por cima viemos a um bar com karaoke? David, tu sabes que eu odeio karaoke.
- Odeia porquê? Cê até canta bem.
- MAS EU NÃO VOU CANTAR.
- Vais sim - ajuda a Ana.
- Olha outra...
- Cê não quer cantar pra mim, não? - disse-me ao ouvido.
- Em casa, aqui não.

De repente, ouvi o senhor do bar a dizer ''E a próxima é Rita Marinho. Onde é que ela está?''

- Tarde de mais. - Goza o David.
-Tu não fizeste isto...
- Fiz... ESTÁ AQUI! - diz ao senhor.
- Venha venha - Respondeu.
- Vou-te matar... Vou cantar o quê?
- Cê já vê. - O senhor foi até á mesa e pegou-me na mão para me levar até ao palco.
- Então vai cantar a ''You and me'' dos Penny & The Quarters, não é?
- Ai é? Está bem.. - Peguei no microfone e deitei um olhar cúmplice ao David, por ter escolhido aquela música.
E então o senhor lá pôs a música e eu preparei-me para fazer aquelas figuras.

Letra da Musica ''You and Me''
Blue Valentine - You and me


Não sou nenhuma cantora da Brodway, mas pronto, nem me safei muito mal... Tentei, também dar mais enfase à parte da música que dizia '' When love is real, you don't have to show it.
When it is true, then everyone will know.
'', piscando-lhe olho. Era especial para nós.
Quando acabei, bateram as palmas habituais para cada aspirante a cantor que pisava aquele palco, e voltei para a mesa.

- Pronto, satisfeito? - Perguntei, ao sentar-me.
- Hum hum. - deu-me um beijinho na bochecha.
- Gostaste de ouvir a mamã a cantar, amor? - perguntei ao pequenote, assim que o coloquei no meu colo.
- Sim - respondeu secamente, porque acho que nem se apercebeu do que tinha acontecido. Estava mais entretido a comer o gelado.
- Vá David, agora és tu. - Disse a Ana.
- AH POIS É! Vá, levanta esse cu da cadeira e vai lá.
- Não vou nada, tá louca...
- Anda, mano. Eu vou contigo. - Disse o Ruben
- Ai vais? - Perguntámos, surpreendidas, eu e a Ana.
- Então, ela foi, nós também vamos... Anda lá vá. - Agarrou no braço do brasileiro, e foram até ao palco falar com o senhor. Um pouco depois, após uma discussãozita sobre a escolha da música, lá começaram.

Musica cantada pelo David e pelo Ruben

- Oh meu deus... Olha o papá, Vi.. - Ela estava tambem entretida com o gelado, mas o gelado perdeu logo o interesse, assim que viu o pai naqueles preparos.

Estavam os dois tão felizes a cantar ali em cima do palco, que nem repararam bem nas figuras que fizeram e os ouvidos que estragaram. Voltaram á mesa e continuamos a noite cheia de brincadeiras e risos.

-------

- Ai, estou tão cansada. - confessei ao descalçar os sapatos, quando entrámos em casa. - Amor, vamos vestir o pijaminha? - o menino acenou com a cabeça - Sim? vamos. - Peguei nele e fomos até ao quarto, vestir-lhe o pijama e coloquei-lo na cama. - Dorme bem, amor. - Dei-lhe um beijinho na testa e fui-lhe fazendo festinhas na cabeça para ele adormecer. Voltei então para a sala quando o menino já tinha adormecido e fui ter com o David que estava sentado na relva, lá fora. - Que é que estás aqui a fazer? - Perguntei, sentando-me ao seu lado.

- Nada... - Sorriu e ficou a olhar para mim durante uma eternidade.
- Porque é que estás a olhar assim para mim?
- Porque tou feliz... - Abracei-o
- Ohh... Eu amo-te. - ele beijou-me, rossou o seu nariz no meu e ficou a olhar par a mim outra vez, a sorrir.- Anda... - Agarrei-lhe na mão e fomos até ao quarto.



Sentado no fundo da cama, levantou os braços para que eu lhe tirasse a camisola. Eu, ainda em pé, tirei o vestido e ele, instantaneamente, colocou as suas mãos na minha cintura e beijou-me a barriga várias vezes, carinhosamente. Sentei-me então no seu colo e beijei-o. Ele, mudou-nos de posição e deitou-me na cama, colocando-se em cima se mim, sem parar de me beijar; logo de seguida, despiu as calças e voltou a colocar-se por cima de mim. Desta vez, não me beijou, fez-me festinhas na bochecha e continuou a olhar para mim da mesma maneira que olhara antes, sempre a sorrir.

- Tenho alguma coisa na cara? Não paras de me olhar dessa maneira? - sussurrei
- Shhh. Eu também te amo muito.






Caros Leitores, eu sei que vos devo um enorme pedido de desculpas: DESCULPEM =/
Sei, também, que prometo sempre ser mais rápida entre os capitulos, mas o tempo já é outro e a inspiração também.
Contudo, espero que tenham gostado deste capitulo que aqui vos deixo, e vou tentar ser breve a postar os próximos.
Muitos Beijinhos <3
Diana

7 comentários:

  1. Ola!!
    Ja tinha saudades dos teus capitulos, adorei imenso.

    Continua

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Já tinha saudades de ler a tua fic!
    Mas pronto, estás perdoada :D
    Gostei imenso deste capítulo, continua :)
    Beijinhos :D

    ResponderExcluir
  3. fantastico...

    quero mais... tou super curiosa para ver o proximo...

    continua...

    ResponderExcluir
  4. Adorei, já tinha saudades!
    Desta vez tem que ser uma Ritinha (:

    Beijinhos, espero por mais brevemente*

    ResponderExcluir
  5. Olá :D
    Mais um capitulo fantástico!
    Continua!
    Beijinhos
    Ritááá xD
    P.S - Tenho no meu blog um Liebster Blog Award para responderes :D
    http://romanceinesperado.blogspot.pt/2012/09/liebster-blog-award.html

    ResponderExcluir
  6. Olá :) gosto muito da tua fic e queria mesmo que publicasses mais cedo porfavor beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá :D

    Adoro muito a tua fic, está magnífica. Quando voltas a postar? Tenho muitas saudades de ler os teus capitulos.

    Publica rapido sff

    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderExcluir