sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Capitulo 20 – Surpresa!

David chega ao estádio e encontra-se com Ruben, que está á espera dele.

Ruben – Hey manz. Então? Muito nervoso?

David – Um pouquinho.

Ruben – Um pouquinho? (Ri-se) Estás ai quase a morrer!

David – (ignora-o) vamos preparar aquilo ou não?

Ruben – Vamos. Mas olha… Eu contei á Ana e á Tixa e á Micá. Mas está descansado que elas não lhes vão dizer nada… é só para nas comprar, lhe comprarem umas cenas bonitas para vestir e isso.

David – Tens a certeza que não lhe vão contar?

Ruben – Sim, mano, é na boa. Achas que elas lhe iam contar uma coisa destas?

David – Sim você tem razão. Vamos. (nervoso)

Ruben – vamos.

Em casa de Rita:

Rita – ó Rita, despacha-te lá! Daqui a bocado já está na hora do jogo, e tu ainda estás a vestir-te.

Ana Rita sai do quarto.

Rita – Élá! Isso é tudo só para ir ver o Ruben a jogar?

Ana Rita – Quem ri por ultimo…

Rita – O que é que isso quis dizer?

Ana Rita – Nada… vamos embora que a Tixa e a Micá já devem estar lá á nossa espera.
Passado um tempo chegam ao centro comercial mas Tixa e Micá estão atrasadas. Portanto Rita e Ana Rita ficam á espera delas á porta da Worten. Passa pouco tempo e chegam.

Tixa – Desculpa o atraso, mas o autocarro atrasou-se.

Rita – Não faz mal.

Micá – Vá, vamos lá que nos temos que preparar para a sur… para o jogo. (atrapalhada)

Rita – Para quê?

Micá – Para o jogo! Temos que ir bem!

Rita – credo, tanta coisa por causa de um jogo de futebol! Parece que nunca foram a um jogo! Vamos quase sempre!

Tixa – Mas hoje fazes anos!

Rita – é um dia como outro qualquer.

Ana Rita – é pá! Calem-se. Vamos mas é despachar-nos.

Então entram na Berska e escolheram roupa normal para todas, menos para Rita. A Ana Rita sugeriu que ela levasse um vestido leve, de verão, e umas sandálias. Depois das compras foram para casa de Ana Rita vestir-se. Pareciam todas nervosas menos Rita. Ela nem sabia o que lhe esperava.

Rita – Mas o que é que se passa?

Micá – Não se passa nada. Oh, estás tão fofinha!

Rita – Não percebo porque é que não posso ir de calças de ganga como vocês!

Ana Rita – Assim estás linda.

Tixa – Sim, também acho… Estão prontas?

Rita – sim, vou só ligar ao David para nos vir buscar.

Ana Rita – (sorri) Está bem.

Liga a David

Rita – Já estamos prontas, amor.

David – Já estão? Hum… Ok, estou ai em meia hora. Beijo (nervoso)

Rita – Estás bem?

David – Sim. Até já

Rita – Beijo.

Desliga.

Rita – Credo, estava tão estranho.

Tixa – é normal… vão jogar com o Porto, devem estar nervosos ou assim.

Rita – Deve ser isso.

As outras sorriem discretamente, porque Rita não fazia ideia do que lhe iria acontecer. Passada meia hora, David chegara, como prometido. Todas desceram e foram de encontro ao Audi.

David – Vamos? (beija Rita que se senta no lugar do pendura)

Rita – Sim. Credo estás tão pálido! Tem calma. Vão ganhar de certeza.

David – o que?

Rita – Então, não estás nervoso, por causa do jogo?

David – Ah, isso… sim.

Rita – é estranho… mas

Durante o caminho ao estádio, David não andava a conduzir muito bem… Rita sabia que se passava alguma coisa, e começara a ficar triste por David não confiar nela para lhe contar. Chegam ao estádio, David vai para o balneário e Rita para os seus lugares, que ficavam no piso 1 na parte lateral do estádio, do lado do túnel. No jogo, David parecia desconcentrado… e Rita estava muito preocupada… de um momento para o outro, respirou fundo, e começou a jogar melhor… no ultimo minuto da primeira parte, marca um golo, que faz a vantagem pelo Benfica de um golo a zero. Quando marca o golo, aponta para Rita e diz: Eu te amo.

Ana Rita – Oh, que querido.

Rita – (sem tirar os olhos de David.) Pois é.

O arbitro apita para o final da primeira parte. David, corre para o balneário, foi o primeiro a entra.

Rita – vou comer alguma coisa.

Ana Rita, Tixa, e Micá – NÃO!

Rita – Hãn? Porque?

Ana Rita – Fica aqui… Vamos… vamos ver as cheerleaders

Rita – Não sejas parva.. já venho…

Tixa – Olha o David! Vêm com um microfone na mão!

Micá – Aquilo é uma passadeira vermelha?

Estava uma passadeira vermelha desde a entrada do túnel até o meio do campo… e no fim da passadeira, estava David, com o microfone.

Rita – Deve receber um prémio qualquer… vou ficar a ver já agora.

E David começa a falar.

David – Todas as pessoas se apaixonam um dia. As crianças, os adolescentes, os adultos e os idosos. O que eu quero dizer é que o amor não tem idade. E eu, como qualquer pessoa também me apaixonei…

Rita – Ai meu deus.

David – … ela é uma mulher espectacular. Faz hoje anos. E… e… eu a amo… mais do que qualquer coisa nesse mundo. Por isso… (indo até ao pé da bancada onde estava Rita, mas continuando no relvado) … vocês todos vão ser testemunha deste amor. Rita, Você… (nervoso) você quer casar comigo?

4 comentários:

  1. Ta taaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaao lindo <33 Mas tou feliz & triste ao mesmo tempo.. espero qe isto nao signifique o começo do fim da fanfic D:

    ResponderExcluir