quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Capitulo 3 – 2º encontro

Chega às 19:00h, e Rita está mais nervosa que nunca. Depois de se arranjar, o telefone toca.

Rita – Estou?

David – Olá, já estou aqui em baixo.

Rita – Muito pontual, sim senhor.

David – (Ri) Vá desça. Até já.

Rita – Ate já.

Rita pega na mala e corre para a porta de casa. Verifica umas 5 vezes se não lhe falta nada, sai, chama o elevador, e então desce, vai cantado para se acalmar. O que menos quer é que o David saiba que está nervosa. E finalmente chega á porta do prédio e vê David no seu carro, e vai ter com ele.

David – Então? (cumprimenta-a com dois beijinhos) Pronta?

Rita – Prontíssima

David – Então vamos lá.•

David e Rita chegaram ao centro comercial, e tiveram sorte porque não estava quase ninguém.

David – Alguma preferência pelo filme?

Rita – Nop, podes escolher á vontade.

David – Que tal esse aqui? (Aponta para a capa do ‘É muito Rock, meu’) Parece ser giro.

Rita – Sim, pode ser. Mas o filme é só daqui a meia hora, vamos dar uma voltinha primeiro?

David – Sim claro, deixe só ir comprar os bilhetes primeiro.

Rita – David? Não me digas que vais pagar outra vez? Não é justo. David?

David ri-se e vai andando para a bilheteira fingindo que não ouviu o que Rita disse
Ele volta já com os bilhetes na mão.

David – Esse é seu. (e entrega-lhe o bilhete)

Rita – Opá, eu não gosto que sejas tu a pagar tudo. Não quero. Vou começar a ficar chateada.

David – (ri) Para a próxima você paga.

Rita – A sério? (Olha para David com ar ameaçador)

David – juro (Ri). Bem onde é que você quer ir agora?

Rita – Não sei. Vamos andando por ai. Também não falta muito tempo.

David – Está bem. (Põe o braço por cima dos ombros de Rita puxando-a para junto do corpo dele) Céus, como você é baixinha (ri)

Rita – Ah! Tu é que és gigante!

David – Não, não sou. Você é que é baixinha.

Rita – não vamos discutir sobre a minha altura sff, senhor gigante.

David ri-se e depois vão os dois passear até a hora do filme.
Já durante o filme, Rita e David não param de rir e a lutar com as pipocas. Quando chegam cá fora, estão esfomeados. E decidem ir jantar.

David – qué que você quer comer?

Rita – Hum, agora apetecia-me um hambúrguer gigante. Ah, mas tu não deves poder comer essas coisas, ou podes?

David – não convém, mas hoje posso fazer esse sacrifício por você.

Rita – (Ri) Está bem então vamos lá.

David e Rita chegam ao McDonald’s e reparam que não há mesas no interior, por isso, têm de ir para a esplanada.

Rita – Já escolhes-te? Eu vou lá buscar.

David – Hum, pode ser um Big Mac. Mas deixe que eu vou lá.

Rita – Nem penses! Não vais pagar outra vez, desta vez pago eu. Se não, chateio-me contigo!
David – Tenho outra hipótese?

Rita – NÃO! (Ri e vai andando para a caixa).

David – Mas eu vou com você, mas juro que não pago. (vai atrás de Rita e abraça-a por trás)

Os dois riem-se
Depois de pedir e de Rita pagar, vão para uma mesa na esplanada, e comem enquanto têm uma conversa agradável.

Rita – (dá uma gargalhada gigante) Oh meu deus

David – O que foi?

Rita – (pega no guardanapo) Tens a cara toda suja por causa do hambúrguer. (e limpa-lhe a cara)

David – (pega num bocadinho do hambúrguer e esfrega na cara da Rita) Hey, tem uma coisinha no canto da boca – diz rindo.

Rita – Ah! (Surpreendida por David tê-la sujado) Eu não te sujei. (pega num bocadinho de hambúrguer e esfrega na bochecha de David) Agora sim (ri).

David – Você vai pagar!

E começam ali uma luta de comida. E o David ganha.

David – Eu avisei que você ia pagar.

Rita – (Ri) Mas eu tinha menos comida do que tu. Agora estou toda suja. Bem, tu também estás, por isso já não me sinto tão mal (Ri-se)

David – Tenho que ir ao banheiro me limpar.

Rita – Sim, eu também tenho que ir.

Chegam ao pé das casas de banho.
David empurra Rita para a casa de banho das mulheres, consegue puxa-lo lá para dentro.

David – Você está maluca?! Eu não posso estar aqui.

Rita – não está aqui ninguém. E se entrar não faz mal, és o David Luiz. Podes fazer tudo (Ri-se)


David – Isso não é verdade.

Rita – Eu sei, estava só a brincar. Bem, vamo-nos limpar?

David – Sim, porque não convém eu estar aqui muito tempo (Ri-se)

Metem-se se os dois á frente do espelho a limpar a cara e o cabelo.

David – Você viu o que fez ao meu lindo cabelinho?

Rita – E já viste o meu? (ri-se)

David – Está justo.

Rita – Eu sei.

David – você tem horas?

Rita – (olha para o relógio) 22:03h.

David – É tarde para você?

Rita – Não. Ainda tenho tempo.

David – Então, você quer de jogar Bowling?

Rita – Não sei jogar!

David – Pois, mas eu sei. (Ri) Eu ensino você.

Rita – Oh. Mas assim vais ganhar!

David – Não se preocupe, eu te ajudo. (Olha para Rita e sorri)

Rita – Ok (Olha pelo espelho para o David e sorri)

Saiem da casa de banho, e dirigem-se para o bowling, que por acaso está vazio.

David – Agora você não se safa, porque eu tenho dinheiro no cartão disso aqui, e pago eu.

Rita – Oh David. Eu não quero que tu penses que eu quero o teu dinheiro (baixa a cara)
David – Não seja boba, alguém falou disso? Eu é que estou oferecendo. (Levanta a cara da Rita com o indicador direito e faz uma festinha com o polegar na bochecha de Rita, seguido de um beijinho rápido)

Rita Sorri, e deixa David pagar. Já no bowling, Rita não tem muito jeito, por isso está a perder. É David a jogar, e derruba os pinos todos.

David – É a sua vez.

Rita – oh, não estou a conseguir fazer. Eu avisei. (pega na bola)

David – eu ajudo você. (Vai ter com Rita, e agarra na sua mão e ajuda-a a mandar a bola e conseguem acertar todos os pinos)

Rita – Oh, obrigado (abraçando David)

David – De nada, mas eu vou continuar ganhando (ri)


Rita dá uma palmadinha no braço de David, e magoa-se. Como o David viu que não era grave, começou a rir e como viu a cara ameaçadora de Rita, começou a correr, e Rita atrás dele. Mas como a pista era escorregadia, David tropeça. Rita, acaba por cair em cima dele. E os dois riem mutuamente. E David lembra-se de fazer cócegas a Rita enquanto estão no chão a rir. Mas como Rita não gosta nada de cócegas começa a gritar.

Rita – PARA DAVID! A SÉRIO. EU ODEIO CÓCEGAS. (rindo)

David – Então se não gosta, porque é que se esta a rir. (sem parar de fazer cócegas)

Rita – Porque são cócegas.

Então David para de fazer cócegas, mas não para de rir. De seguida acabam o jogo, e David vai levar Rita a casa. Entretanto chegam á porta de casa de Rita, e David ri-se.

Rita – Estás-te a rir do quê?

David – Da sua cara quando eu estava fazendo cócegas. (ameaça fazer mais, com as mãos)

Rita – NÃO DAVID, NEM PENSES.

Então David volta a fazer cócegas. E Rita não para rir. De repente, David para de fazer cócegas, e ‘espeta’ um beijo a Rita, que ficam os dois sem ar. Depois do beijo, David fica constrangido.

David – Me perdoa. (afastando-se de Rita)

Rita – Arrependeste-te?

David – Não é nada disso. Mais eu pensei que você…

Rita - só não te perdoo por teres parado. ( e volta a beijar David)

Rita, para de repente, por se ter lembrado de uma coisa, e fica triste.

Rita – Tens razão. Não devíamos ter feito isto.

David – Agora quem se arrependeu foi você.

Rita – Nada disso. Só quero o teu bem. E eu tenho 16 anos, isto não é bom para ti. Acredita, David, isto é o que eu mais quero. Só estou a zelar para o teu bem.

David – você tem razão, mas eu não podia adiar isto muito mais tempo. Desde que conheci você que não penso noutra coisa, sem ser em você.

Rita – Mas não achas que pode ser mau para ti?

David – Se ninguém souber, não. Pode ser o nosso segredo.

Rita – Mas, o beijo, ou nós?

David – Você quer que haja ‘nós’?

Rita – Isso pergunto-te eu.

David volta a calar Rita, com um beijo rápido.

David – Isso chega?

Rita – Por acaso não (ri-se)


David ri-se e vai para lhe beijar outra vez, mas Rita afasta-o encostando o dedo indicador aos lábios de David.


Rita – A sério, David. Tens a certeza?

David – Tenho, eu sei que o que eu quero é você.

Rita – Mas David… Eu tenho 16 anos, e tu 23. E ainda por cima és o David Luiz.
David – Sou o mesmo David aqui, e dentro de campo.

Rita – Sim, mas olha se as pessoas descobrem. Vão começar a falar. Eu tenho que pensar nisto.
Até amanhã. (dá um beijinho na face de David e vai para casa)

David – Até amanhã (Desiludido)

Rita entra em casa lavada em lágrimas, por não poder fazer o que lhe apetece. Ela só quer o bem de David, mas o que será que vai escolher?

Um comentário:

  1. Esta situaçao da idade.. bah :x but true love conquers all (LL)

    ResponderExcluir